Entrega de cartões do Auxílio Estadual Permanente passa a ser feita na Seas a partir desta segunda (06/02)

0

Nesta nova fase do programa, serão entregues mais de 2,2 mil cartões

As entregas de cartões do programa Auxílio Estadual Permanente, do Governo do Amazonas, passam a ser feitas somente na sede da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), na avenida Darcy Vargas, 77, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus. O atendimento no local será de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Nesta nova fase do programa, serão entregues mais de 2,2 mil cartões para famílias que passam a receber o recurso após atualização dos beneficiados, contemplando, assim, 300 mil famílias amazonenses com o crédito mensal de R$ 150.

A quantidade de cartões para novos beneficiários decorre, por exemplo, de casos de famílias que não se enquadram mais nos critérios para receber o benefício e que solicitaram a retirada da lista de atendidos pelo programa.

O calendário de pagamento ocorre da mesma forma que já vinha sendo feito com as primeiras famílias, com o crédito de R$ 150 mensais sendo disponibilizado todo dia 15 de cada mês.

Para saber se foi contemplado, o interessado deve acessar o site auxilio.am.gov.br/consulta e informar seu CPF e data de nascimento.

Programa

O primeiro pagamento do Auxílio Estadual Permanente aconteceu em novembro de 2021. Os critérios para o recebimento do auxílio permanecem os mesmos. Entre eles: ser responsável familiar com 18 anos de idade ou mais; famílias, preferencialmente, beneficiárias do programa Bolsa Família e que se encontram em situação de pobreza ou extrema pobreza. A renda per capita familiar deve ser de até meio salário-mínimo.

Também têm prioridade famílias em que há pessoa com deficiência e cujo responsável familiar é idoso, além daquelas chefiadas por mulheres. A quantidade de descendentes – filhos, enteados, netos e bisnetos – também é critério para escolha dos beneficiários do auxílio.

O Auxílio Estadual Permanente é o maior programa de transferência de renda da história do Amazonas e garante segurança alimentar da população em situação de pobreza e extrema pobreza. Além de assegurar a dignidade de quem mais precisa, o programa impulsiona o aquecimento econômico de pequenos comerciantes, incrementando a economia dos 62 municípios do estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui